segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Review Exclusivo: Sérgio Hinds Apresenta "O Terço Lado B" (Rio de Janeiro, 02 de outubro de 2014)



Reviver o passado é um sonho que muitos jovens gostariam de realizar, principalmente os admiradores do rock setentista nacional. Afinal, qual fã de nossa cena brasilis que não viaja com um reencontro do trio Mutantes (Sérgio Dias, Arnaldo Baptista e Rita Lee), ou então, reviver os momentos tropicalistas do final dos anos 60, quiçá o auge da carreira de Raul Seixas, entoando as Leis de Thelema em seus alucinantes shows da fase Gita em 1974.

Pois acredito que os cerca de quatrocentos presentes no Teatro Rival Petrobrás na última quinta-feira, 02 de outubro, na cidade do Rio de Janeiro, sentiram uma nostalgia inimaginável quando Sergio Hinds subiu no palco carioca acompanhado de Ronaldo Rodrigues (teclados, Arcpelago, Massahara, Módulo 1000), Silvio Izy (baixo, vocais) e Fred Barley (bateria, vocais) para apresentar o espetáculo Sérgio Hinds Apresenta "O Terço Lado B", que um dia antes, havia sido realizado no palco do Teatro Bradesco, em Belo Horizonte.

Sérgio Hinds

O objetivo do espetáculo, como o próprio nome diz, é apresentar as canções menos conhecidas da carreira do O Terço, um dos principais grupos do rock progressivo brasileiro, com uma trinca de discos essenciais lançados entre 1975 e 1978 (Criaturas da Noite - 1975, Casa Encantada - 1976, e Mudança de Tempo - 1978), nos quais, comandados por Hinds e pelo parceiro Flávio Venturini, levaram o grupo a ser eleito o melhor grupo do rock brasileiro de 1975, a frente de gigantes como Mutantes e O Som Nosso de Cada Dia.

Porém, a carreira do grupo havia começado em 1970, com um disco tão cobiçado quanto raro, O Têrço, misturando elementos do rock com folk, e  1973, deu grandes passos para o progressivo com o excepcional Terço, trazendo a épica e Maravilhosa suíte "Amanhecer Total" ocupando todo o lado B de um vinil que hoje acabou praticamente esquecido tanto pelos fãs que surgiram pós Criaturas da Noite quanto aos que conheceram a banda somente nos anos 80.

Um brinde à Jorge Amiden

Foi exatamente de Terço que saiu o primeiro lado B a ser apresentado pelo quarteto, a pesadíssima "Deus", que colocou o Rival para cantar, e depois de um brinde promocional da cerveja O Terço, que está no mercado há menos de um ano, tivemos uma linda homenagem ao primeiro guitarrista do grupo, Jorge Amiden, recentemente falecido, através de "Tributo ao Sorriso", canção que ficou mais conhecida recentemente pelo DVD O Terço Ao Vivo (2005), mas que foi composta em 1970 para a participação do grupo no V Festival Internacional da Canção, ocorrido naquele ano.

Então, Sérgio comentou sobre o objetivo do espetáculo, de quão difícil foi lembrar de algumas canções, principalmente uma música longa quanto a que eles iriam apresentar agora, a suíte "Amanhecer Total". Se havia algum barulho na plateia, ele prontamente foi cessado para receber atenciosamente os dezoito minutos mais inimagináveis de um fã d'O Terço, com a Maravilhosa suíte interpretada com suas cinco partes, com grande destaque para a surpreendente e bela interpretação de Barley, fazendo as vozes agudas com precisão, e claro, para todo o quarteto, repassando as intrincadas partes da suíte com muito feeling e atenção. Se houve falhas, somente perfeccionistas notaram, e mais incrível ainda foi saber que o quarteto havia ensaiado apenas uma vez para poder tocar a mesma.

Fred, Sérgio e Silvio, em “Gente do Interior”

Aplausos ensandecidos fizeram o Rival tremer após "Amanhecer Total", e não precisaria o grupo seguir para ter garantido o valor do ingresso, só que haviam se passado apenas meia hora de espetáculo, e Sergio Hinds tinha muito mais para presentear os fãs, que segundo ele, são o principal motivo para a banda estar ali. Em um momento mais intimista, sentados em cadeiras Silvio e Sergio, e com a percussão de Barley, fazem uma bonita versão de "Gente do Interior" (Mudança do Tempo), sem a presença de Ronaldo, que retornou para colocar a primeira canção Lado A d'O Terço nos ouvidos dos fãs, e consequentemente a segunda Maravilha da noite, a suíte "1974".

Com Barley novamente surpreendendo nos vocais, "1974" (Criaturas da Noite) levou alguns presentes às lágrimas, mostrando como a música é capaz de tocar a alma de um ouvinte. Ronaldo também foi um grande destaque com as passagens viajantes de seus teclados soando como se fossem há 40 (como o tempo passa e não percebemos) anos atrás, e o baixão de Silvio duelando com a guitarra de Sérgio foi impressionante, mas o melhor foi soltar a voz com as vocalizações clássicas de "1974", aplaudidíssima em pé por todo o teatro, e ainda, louvada por um dos presentes como "uma música que nos faz ter orgulho do rock brasileiro". Dava para sentir a emoção correr pelo sangue de todo mundo, principalmente de Sérgio, que sorria como uma criança. Foi o segundo grande momento da noite.

Ronaldo Rodrigues

Atendendo a pedidos, "Adormeceu" foi resgatada do obscuro compacto duplo lançado pelo grupo em 1971, época em que construíram os exóticos instrumentos Tritarra e Violoncelo Elétrico, resgatado recentemente (2011) no CD Tributo ao Sorriso (junto com a canção que batiza o álbum e que já foi citada antes), seguida por outro grande Lado A d'O Terço, "Criaturas da Noite" (Criaturas da Noite), cantada em uníssono pelo teatro, e a elegante "Blues do Adeus" (Mudança do Tempo), onde Silvio pode soltar seu vozeirão.

Veio a instrumental "Crucis" (Time Travellers, 1992) e a comprovação de que os presentes no Rival estavam diante de uma das maiores revelações da bateria nacional. Afinal, o longo solo de Barley foi de colocar queixos no chão, tamanha a velocidade e técnica que o monstro de diversos braços apresentou. Além de cantar muito bem, o que ele fez no seu solo foi demais, arrancando aplausos espontaneamente, e mais ainda, fazendo o próprio Sérgio Hinds curvar-se para uma performance inesquecível.

Discos autografados por Sérgio (acima),
Palhetas, baqueta de Fred Barley e autógrafos de Fred e Silvio (abaixo)

O encerramento do show foi uma festa a parte, com a pegada "Lagoa das Lontras", que colocou O Terço novamente nos anos 70, em outra bela obscuridade de Terço, destacando os duelos de baixo e guitarra, seguida pela dançante "Luz de Vela", rockzão na linha Erasmo Carlos, única representante de Casa Encantada, com uma versão muito mais pesada do que a versão original, já que a ausência dos metais que estão no álbum de 1976 foi compensada pela vibrante voz de Silvio, e o espetáculo foi concluído com nada mais nada menos que o maior sucesso D'O Terço, "Hey Amigo", mais uma vez levantando a plateia, que após a banda despedir-se, continuou aplaudindo para trazer o grupo ao palco.

Alguns segundos foram suficiente para que Sergio, com um grande sorriso no rosto, agradece-se à todos, e como que um convite para o show não parar, mandou ver no petardo "Volte Na Próxima Semana" (Criaturas da Noite), inspiradora de tantas bandas do rock brasileiro nos anos 80, deixando o palco após quase duas horas de uma apresentação fantástica e marcante e partindo paro a os camarins.

Um bolha bolhando com Sérgio, Ronaldo e Fred

Pouco depois, Sérgio, Ronaldo, Fred e Silvio (esse só por alguns minutos) ainda deram mais um presente aos fãs que esperaram ao lado do palco, retirando fotos, autografando álbuns, livros e principalmente, jogando conversa fora como se fossem velhos amigos de todos.

Parabenizando ao pessoal da organização do espetáculo, principalmente Claudio Fonzi, o idealizador de todo o projeto, concluo dizendo que não há dúvidas quanto a grande sensação desse belíssimo show, já que não houve um fã saindo do Rival com um adjetivo diferente em sua mente que não fosse "Inesquecível", ou ainda a frase "Valeu a pena esperar" ressonando na cachola até a hora de dormir, se é que isso foi possível depois de tanta adrenalina saída dos palcos do Rival.

Set list, baqueta, folder promocional, palhetas e ingresso autografado por Ronaldo

Set list

1. Deus
2. Tributo ao Sorriso
3. Amanhecer Total
4. Gente do Interior
5. 1974
6. Adormeceu
7. Criaturas da Noite
8. Blues do Adeus
9. Crucis
10. Lagoa das Lontras
11. Luz de Vela
12. Hey Amigo

Bis

13. Volte Na Próxima Semana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...